sábado, 3 de julho de 2010

Look, dear, for the sky.

Você já parou para olhar o céu? Aliás, mais do que isso, você gosta de azul? Eu adoro azul, não é - ainda - minha cor preferida, embora um dia já tenha sido. Estou sempre mudando, na verdade. Sabe quantas cores favotitas, amadas, idolatradas, eu já tive? Nossa, incontáveis. Mas, o azul, que não deveria ser nada mais que a cor do céu, sempre - e quando eu falo sempre, é sempre mesmo! - esteve ali. Quero dizer, mesmo não estando em primeiro lugar, esteve sempre na lista. Sei lá, azul é meio mágico, né, não? Deve ser porque é a cor do céu, meio divino e mesmo sendo azul a cor que deveria me trazer o mínimo de paz interior, só consigo...Bom, gritar e pular e ter ataques. Porque, cara, é azul. E azul é azul e portanto, é azul e que se dane se eu não estou fazendo o menor sentido. Espera um dia bonito...Quero dizer, não um dia bonito, porque isso, todos os dias são. Espera dar um dia especial, sem nuvens no céu. [Branco é legal, mas engorda.]
E aí, sei lá, se pendura na janela, fica parado no meio da rua, mas olha para o céu. Só faz isso. E aí você vai entender do que estou falando, dessa mágica meio bizarra. Aliás, olha o céu e faz um esforço para entender o porquê de eu gostar tanto, tanto, tanto de azul. Mesmo que, bom, o azul não deve ser muito meu fã. Ninguém é fã de uma fã, ainda mais uma fã histérica. Mas quem se importa? Estou te dizendo. É azul. E é o que importa, afinal.

[Acho que nunca, nunquinha mesmo, escrevi um texto com tanta mensagem subliminar. Sério. Só achei que ia ficar mais legal se fosse para ler nas entrelinhas. Na verdade, a ideia veio de um comentário dele, sabe? 'Dele', quem? Ah, é. Do Azul, oras!
PS: Lembra da dica para olhar o céu? Era uma mensagem subliminar, mas leva ela a sério. Um dia, só pare para olhar o céu. É legal.
PS²: Agora, outra dica da tia. Se você gosta de fanfics, corre para o Fanfiction.net e digita 'Aoi Koufuku'. Só uma dica de uma fã.]

2 comentários:

Aoi Koufuku disse...

A-M-E-I!

Abarrotados de mensagens subliminares, "Look, dear, for the sky", acabou de tornar-se uma das minhas coisas favoritas de ler! (não só porque é uma homenagem, claro!)
Além do abuso excessivo de mensagens subliminares, que consegue entendê-las vai achar no mínimo engraçado. É de provocar riso.
E, por reforçar várias vezes o "azul" com pouco ou menor sentido, dá um leve tom dadaísta à obra.
Também tem seu tom de texto reflexivo, por fazer admirar a simplicidade das coisas como, por exemplo, apenas olhar o céu azul acima de sua minúscula cabeça e admirá-lo por ser simplesmente algo tão simples e lindo!
Realmente: A-M-E-I!
*tratou de dar uma de crítico profissional*

E, como comentário pessoal, euri quando você jogou na cara a mensagem subliminar e fez propaganda minha na cara dura xDDD
Bligadu! <3

Saki A. Lorinaitis disse...

Azul é tudo de bom. Em todos os sentidos ♥

Postar um comentário