sexta-feira, 23 de abril de 2010

Habitude et dialogue [1]

"Nanne?" - Ela grita de susto e se vira, os cabelos caindo nos olhos escuros, a boca escancarada. Ele finge não notar, os olhos brilhantes grudados nos dela. - "Você nunca me contou que dançava no quarto, aru."
"S-Sério, por que você não bateu?!" - Ela gagueja e desvia o olhar, o rosto ardendo. Ele sorri como sempre, mas daquela vez o sorriso era só dela.
"Eu bati, aru, mas você sempre ouve música aos berros." - Ele se aproxima e tira o celular da mão dela. - "Sabia que você fica muito sensual quando dança?" - Ela levanta a sobrancelha, a mensagem é clara. Chama-o de louco, mesmo que se rendendo àquele sorriso. - "E que eu te acho muito bonita quando fica vermelha, aru?"
"Yao, você...." - Ela teria dito que ele tem problemas, mas foi beijada. Como sempre.

2 comentários:

Sunrise disse...

Meu Deus, coisa amada do meu coração *-*

Isso foi simplesmente divino. Hilário, constrangedor e totalmente verossímil, mas divino.

Eu simplesmente amei do fundo do meu coração porque foi demais. E agora eu tenho que escrever logo os nossos -s

(O pior é que algo assim acontecer - me pegarem dançando - é meu maior medo D: /comoproceder)

Te amo e amei esse drabble pra sempre (L)

Saki Miyazawa Morgan disse...

OK, eu ri da cara da Nanne agora. Muito 8D /tiros/

Mas ficou muito lindo e divo, claro. As always (L)

Postar um comentário